Críticas construtivas: saiba filtrá-las!

criticas-construtivas

Oiii!!! Você trabalha com fotografia, blog, moda, música, teatro, artesanato, ou qualquer outra área artística? Sim? Então vem cá que eu vou te falar umas paradinhas que tenho certeza que você, assim como eu, já fez ou ainda faz…

Eu tô falando da busca pelas tais tais críticas construtivas, os feedbacks e dicas de profissionais mais experientes. Eu vou falar da fotografia em específico, mas serve pra qualquer área, tá? Eu ainda sou iniciante como fotógrafa e tenho uma infinidade de coisas pra aprender ainda. Mas quando comecei a fotografar, eu ia naqueles grupos de Facebook, colocava uma, duas, ou três fotos que havia feito de algum ensaio e pedia pra galera dar suas opiniões e fazerem suas críticas construtivas. Aí vinham os mais experientes que eu (ou nem tanto) e achavam aquele defeitinho minúsculo quase imperceptível. Aí, embaixo da minha postagem, vinha um fotógrafo muito mais experiente e conhecido no grupo e colocava as fotos dele. Com defeitos até mais aparentes que o meu e os feedbacks eram chuva de “Perfeito”, “Top”, “Muito bom, parabéns!”. Daí, eu comecei a perceber que minha foto não era avaliada pela imagem em si, mas sim por quem estava por trás da foto. Quem é essa fotógrafa? Iniciante? Ah, então eu preciso achar algum defeito. Claro que, por muitas vezes, eu recebi críticas realmente construtivas. Detalhes técnicos que passaram despercebidos por mim e que depois de alguém me alertar, nunca mais errei naquilo. Mas na maioria das vezes, o que acontecia era esse festival de vaidade. Um monte de gente querendo jogar água fria no meu trabalho.

Se você é iniciante em algum ramo e busca esse tipo de opiniões, de feedbacks, eu aconselho você observar. Observe quem são as pessoas que realmente estão ali pra ajudar, pra somar e não pra mostrar que sabe mais do que você. Isso acaba colocando a gente pra baixo. Saiba filtrar as críticas. Não absorva tudo. Não pense que todas elas servem pra você. É muito natural a gente ficar inseguro. É como um bebê aprendendo a andar. Ele começa com medo, aí levanta se segurando nas coisas em volta, depois anda meio torto, só se apoia quando é mesmo necessário, cai toda hora, mas quando aprende mesmo, ninguém segura mais. Assim acontece na vida adulta. Quando começamos um projeto, um curso, uma profissão, bate aquela insegurança, aquele medo de cair. Mas se a gente insistir e aceitar somente os “apoios” necessários e construtivos, a gente aprende a caminhar com sabedoria.

Portanto, saiba filtrar as críticas. Nem todas são dadas de boa fé, nem são o fator decisivo pra você avaliar seu trabalho. Há críticas e críticas. Observe e entenda quem as fazem pra te ajudar a crescer e quem as fazem pra se mostrar mais sabido, ou somente mesmo por puro ego.

Até mais!!!

 

Anúncios

4 Respostas para “Críticas construtivas: saiba filtrá-las!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s